domingo, 9 de junho de 2013

Jazz emagrece, modela o corpo e aumenta a autoestima

Você sabia que hoje é o Dia Mundial da Dança? Que tal aproveitar a inspiração da data  para experimentar alguns passinhos? Uma boa sugestão é o jazz. É uma combinação de influencias africanas, europeias, cultivada no ambiente urbano norte-americano. Muitos princípios foram herdados do ballet clássico e da dança moderna.
Aqui no Brasil, muitas escolas de dança oferecem o curso de jazz. É uma atividade dinâmica aeróbia muito intensa, por isso, é possível queimar até 450 calorias em uma hora de aula! Por isso, pode ajudar a emagrecer, principalmente se você também seguir uma dieta balanceada.
O jazz também traz outros benefícios para a saúde. “Essa dança modela o corpo, dá flexibilidade, aumenta a resistência, fortalece a musculatura dos braços, das pernas e do abdômen”, afirma  Simone Sant’ Anna, diretora educacional e artística da escola de dança Pulsarte, em São Paulo. Também dá ritmo, agilidade e rapidez de raciocínio.
Quer mais? O jazz ajuda a melhorar a autoestima, pois proporciona maior consciência corporal. “A dança leva a pessoa a um encontro consigo mesma por meio da identificação dos sentimentos que estão presentes em cada movimento expressado”, revela a professora.
Para participar das aulas, basta usar roupas confortáveis, que não atrapalhem os movimentos. Nos pés  é possível calçar sapatilhas, tênis de dança ou meias de algodão. Bailar descalça também é permitido.
O curso livre tem duração de 12 meses, com aulas duas vezes por semana. Nesse ritmo, em quatro meses, você já poderá sentir as mudanças no corpo. O único pré-requisito para começar a praticar o jazz é ter, no mínimo, 11 anos. Se você for sedentária, não tem problema. Mas tem que estar com a saúde em dia para iniciar as aulas. Depois é só aproveitar.
Feh~
Creditos: Mdemulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário